vá viver também

Two roads diverged in a wood and I — I took the one less traveled by. And that has made all the difference.
Robert Frost



Faz bem mais que um ano que embarquei para ver lugares que sempre sonhei, ter experiências que nunca imaginei e tirar um tempo para simples e puramente viver.

Agradeço imensamente – fico, na verdade, absurdamente lisonjeada – com quem acompanhou meus posts. Se tiver só uma coisa que eu prepotentemente posso desejar com esses relatos, ela seria: vá também.

Não precisa ser viajar. Só viver a felicidade. Ou tentar descobri-la. Porque a gente, muitas vezes sem querer, posterga a felicidade para um futuro que parece sempre ali pertinho, mas que nunca chega.

Ano passado, vivi sem brigar, sem lutar, sem pensar muito no que surgia na minha frente – fisica e emocionalmente. Vivi o que quis – ou parecia querer, em alguns momentos – para aprender o que, de fato, importa para mim.

Olhem que incrível: morei dois anos em outro continente e dei uma volta ao mundo para voltar exatamente para onde estive no início da minha vida adulta.

Pode parecer um roteiro extremamente estúpido mas, garanto: é o exato oposto.

Descobri meus limites. Descobri meus porquês. Estou muito mais perto hoje de saber o que quero, espero e sou para o mundo do que antes.

Tudo ficou mais verdadeiro. Sou mais autêntica, mais leve, mais coerente.

Ainda tenho muitas respostas para desvendar e muitos defeitos a melhorar. Mas buscá-las ficou muito mais prazeroso. E eu, uma pessoa muito mais agradecida por o que tenho.

Aqui está o melhor empurrãozinho que posso te dar: é muito mais fácil – e muito mais barato – do que falam por aí. Descubra as barreiras que você mesmo cria para sua felicidade. Ela é insistente, tá por aí em algum lugar.

Vá viver também.

Post to Twitter Post to Facebook

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,

5 Responses to “vá viver também”

  1. Sâmela Silva Says:

    É… o mundo da voltas, hein Re?! Q lindo q vc soube aproveitar tudo isso! Vc sabe q sou sua fã!!! Nossa felicidade é a gente q faz e realmente acho q complicamos o nosso próprio caminho. Q venha 2014, q venham novas viagens, q venha mais felicidade!!!

  2. Mariana Says:

    Lindo e verdadeiro.

    E obrigada por ter vindo mais pra perto. Senti sua falta.

    :)

  3. Roberta Campos Says:

    Rêee orgulho master de saber que um SER teve coragem de ultrapassar as barreiras da alma, de sentimento, de crenças e simplesmente ir, ir pra vida. Aceitar a sua felicidade natural, porque é esse nosso estado natural, por direito Divino e Universal!!!
    E pode ter certeza que você deu esse empurrãozinho (pelo menos pra mim), vendo a sua retrospectiva já me imaginei nos lugares que sempre quis ir, mas nunca avancei devido os medos e porquês.
    GRATIDÃO!!!!!!
    Nesse momento não se cabe no meu peito, a GRATIDÃO de saber que você está feliz e que espontaneamente está contribuindo pra felicidade do Mundo.

    Bjs,

  4. Camila Says:

    Olá Renata! Vi suas dúvidas sobre a Namíbia no VnV. Estive lá em 2012, fui a Windhoek, Swakopmund e Etosha (que é mais ao Norte, mas suuuuper recomendo!). Se puder ser de alguma ajuda, me mande um mail! bartz.camila@gmail.com
    Bjs!

  5. Nhatinha Says:

    Oi Camila,

    ah, super obrigada mas quando você comentou, eu já estava por lá :)

    Não fui para o norte, o tempo não permitiu. Mas me encantei com o país, é tudo muito incrível, né?

    beijão!

Leave a Reply